Diretor de Game of Thrones fala sobre A Batalha de Winterfell

UPDATE: No final do post tem um video com um preview do episódio e outro falando sobre a trilha sonora e fotografia.

Finalmente chegamos até a 8ª e última temporada de Game of Thrones e confesso que sentirei muita saudade de Westeros. Domingo agora (28/04/19) será o dia do esperadíssimo episódio da batalha entre os whitewalkers e a galera que está em Winterfell para impedir a passagem da zumbizada para o resto do continente.

 

 

O diretor Miguel Sapochnik, conhecido por ter dirigido a incrível Batalha dos Bastardos que lhe rendeu um Emmy de melhor diretor de série dramática será o responsável pelo terceiro episódio chamado de A Batalha de Winterfell. Só por aí já da pra saber que os 80 minutos de episódio serão de choro e ranger de dentes.

Miguel deu uma entrevista bem legal para o site Entertainment Weekly e eu traduzi algumas partes aqui para o blog.

EW: E a ação é em torno de uma hora mesmo?

MS: Espero que não mais que isso. Eu sinto que em algum momento você esgota a audiência. Para o meu ponto de referência eu assisti (O Senhor dos Anéis: As Duas Torres) porque o cerco é uma sequência de 40 minutos, mas na verdade são três batalhas diferentes em três lugares diferentes intercalados. Eu estava tentando ter uma noção de quando você se cansa. Eu acho que nós vamos passar por isso. Parece que a única maneira de realmente abordá-la corretamente é a cada sequência se perguntar: “Por que eu gostaria de continuar assistindo?” Uma coisa que eu encontrei é quanto menos ação e menos luta você pode ter em uma sequência melhor. Nós também trocamos de gêneros. Há suspense, horror, ação e drama, e não estamos presos em matar e matar, porque todo mundo fica dessensibilizado e isso não significa nada.

 

EW: Cada batalha que você fez tem uma sensação e um tom diferente. Como é isso?

MS: O Episódio todo pra mim é um Survivor Horror. O que percebemos é que o episódio se parece com Assalto ao 13º DP, um filme onde um grupo está cercado e geralmente há um elenco e um tema central lá. Então, estou tentando descobrir de quem é essa história. Isso é diferente do que eu fiz anteriormente, que geralmente era da perspectiva do Jon. Aqui eu tenho 20 membros do elenco e todos gostariam que fosse a cena deles. Isso é complicado porque acho que as melhores sequências de batalha são quando você tem um ponto de vista forte, e aqui o ponto de vista é objetivo mesmo quando você passa da história de uma pessoa para outra. Porque quando você está indo e voltando, (a perspectiva) se torna objetiva, quer você queira ou não. Eu continuo pensando: “De quem é a história que estou contando agora?”.

 

 

Pra ler a entrevista completa é só clicar aqui https://ew.com/tv/2019/04/26/game-of-thrones-director-battle-of-winterfell/ .

Não sei vocês, mas eu estou (desculpem o meu francês) com o c* na mão. Que venha o terceiro episódio desta última temporada.


 

Preview do episódio da batalha em Winterfell.

 

Falei um pouco sobre a trilha sonora e a polêmica da escuridão da Longa Noite.

 

 

FONTES

https://ew.com/tv/2019/04/26/game-of-thrones-director-battle-of-winterfell/
https://www.indiewire.com/2019/04/game-of-thrones-director-miguel-sapochnik-battle-of-winterfell-1202128378/
https://www.emmys.com/video/68th-emmys-outstanding-directing-drama-series
Assalto ao 13º DP – Trailer


FAÇA PARTE DA GUERRILHA

Este programinha foi apoiado por Fernando Apoll, Vinicius Pacheco, Gustavo Ortiz, Alexandre Montenegro, Pedro Oliveira, Matheus Ávila, Julio Bertolini, Lucas Galindo, Rodrigo Luques, Bruno Germano, Aldo Tozzo, Marcelo Borelli, Henrique Shiguematsu e Natália Jurioli .

Quer apoiar meu conteúdo, ajudar uma instituição de caridade e ainda ganhar algumas recompensas? Entre neste link luquinhaz.com/apoio e faça parte da Guerrilha.